Arquitecto do Coração

No âmago do coração humano,
Trabalha um minúsculo arquitecto,
Ocupado em traçar os planos do amor ideal,
Segundo as pessoas que vê, os livros que lê,
Segundos os seus desejos e sonhos,
Tudo na firme esperança de que os olhos possam ver,
Um dia, o ideal, e as mãos o possam tocar.
Para nós, a vida só é agradável
No momento em que o sonho se transforma em realidade.

3 comentários:

Cláudia disse...

Só porque me apeteceu deixar um beijinho grande. ***

Sara S. disse...

Gostei muito deste poema. Fala de verdades e tem uma estrutura e conteúdo cativantes. Uma boa semana.

Ana disse...

Por vezes sentimos que este real, este ideal não existe mas esse maravilhoso "arquitecto" nunca deixa de esperar... Poema lindo....

Bjs e desculpa a invasão....

Ana